Hipotireoidismo e hipertireoidismo: saiba diferenciar

hipertireoidismo e hipotireoidismo

Reconhecer os sintomas é uma forma de identificar as condições

Entre as principais alterações da tireoide (glândula localizada na parte anterior e inferior do pescoço) estão o hipertireoidismo e o hipotireoidismo. Normalmente há uma dúvida recorrente em relação à diferença entre as duas doenças. Por isso, a importância de se reconhecerem as principais características que as distinguem.

Qual a diferença entre hipotireoidismo e hipertireoidismo?

A tireoide produz os hormônios tireoidianos, que são responsáveis por várias atividades do corpo, principalmente aquelas relacionadas com a taxa de metabolismo de diversos órgãos e sistemas. O aumento da secreção dos hormônios tireoidianos é o hipertireoidismo, enquanto sua secreção diminuída é o hipotireoidismo. As manifestações clínicas de cada patologia são bem diferentes.

Sintomas de hipertireoidismo e hipotireoidismo

O Dr. Alexandre Bezerra, endocrinologista do Centro de Tireoide do Hospital Santa Paula, explica como identificar o hipertireoidismo e o hipotireoidismo, por meio dos principais sintomas. E caso se perceba o surgimento de um ou mais sinais, é fundamental procurar atendimento médico para a realização de exames e a obtenção de um diagnóstico preciso.

Hipertireoidismo:

  • dificuldade para dormir;
  • aceleração dos batimentos cardíacos;
  • intestino solto;
  • agitação;
  • muita energia, apesar de muito cansaço;
  • queda de cabelos;
  • calor e suor exagerados;
  • menstruação irregular.

Hipotireoidismo:

  • pele seca;
  • depressão;
  • cansaço excessivo, falta de energia;
  • aumento do colesterol;
  • intestino preso;
  • déficit da memória;
  • dores musculares;
  • sonolência excessiva;
  • queda de cabelo;
  • ganho de peso.

O que pode causar o hipotireoidismo?

Em geral, é causado pela tireoidite de Hashimoto, mas pode ser uma consequência da remoção da glândula ou de radioterapia cervical ou pode até mesmo ser congênito.

O que é tireoidite de Hashimoto?

É uma doença autoimune caracterizada pelo fato de o sistema imune atacar as células da tireoide, causando um processo inflamatório lento e crônico. A inflamação em si é indolor, o que o paciente sente são os sintomas causados pelo hipotireoidismo.

Quem tem hipotireoidismo engorda?

De acordo com o Dr. Alexandre Bezerra, um dos sintomas mais importantes do hipotireoidismo é o aumento de peso, que costuma ser revertido após o tratamento adequado. O que leva à obesidade é uma associação de efeitos, como fatores hereditários, ingestão calórica, sedentarismo e controle hipofisário de hormônios que promovem fome e saciedade. Mas uma alimentação balanceada contribui para a manutenção de um peso saudável.

Como é o tratamento de pessoas com alterações do funcionamento da tireoide?

Para o hipertireoidismo, o tratamento inicial é a indicação de medicamentos que reduzem a produção hormonal da glândula. Quando ocorrem quadros mais avançados, pode ser indicado o uso de iodo radioativo ou cirurgia de retirada da tireoide. Já em relação ao hipotireoidismo, é indicada a reposição hormonal.

É fundamental que todo medicamento seja receitado por um médico, e problemas na tireoide devem ser acompanhados e tratados por um endocrinologista.

Fonte: Dr. Alexandre Bezerra, endocrinologista do Centro de Tireoide do Hospital Santa Paula.