Endometriose: conheça os sintomas que exigem atenção e tratamentos

Endometriose: conheça os sintomas que exigem atenção e tratamentos

Alguns sintomas como dor ao urinar, dor durante as relações sexuais ou dor na região pélvica podem ser indicativos de endometriose – doença inflamatória provocada por células do endométrio. O mundo atual e as transformações na vida das mulheres podem também interferir no surgimento desse quadro, uma vez que as mulheres têm iniciado o ciclo menstrual mais cedo e engravidado menos e mais tarde, aumentando o número de menstruações ao longo da vida, o que está diretamente ligado à patologia. Mas não apenas isso, a predisposição genética e os fatores ambientais, como poluentes que acumulam toxinas nos tecidos gordurosos da mulher, também podem influenciar.

O Dr. Altamiro Ribeiro Dias Jr., chefe da oncologia pélvica e do Instituto de Endometriose do Hospital Santa Paula, esclarece o que é, os principais tipos, sintomas e tratamento. Saiba mais!

O que é endometriose?

A endometriose é uma doença causada quando o endométrio – camada que reveste a parte interna da cavidade uterina – encontra-se fora do útero.

Principais tipos de endometriose

Sabia que existem diversos tipos de endometriose? Sim. Conheça os mais comuns.

Endometriose superficial

Acontece quando as células endometriais se desenvolvem no peritônio, membrana que reveste a parede abdominal e as vísceras. Pode provocar muitas dores e apresentar lesões cicatriciais ou ativas.

Endometriose profunda

Quando as células endometriais penetram em mais de 5 mm o peritônio. Sendo um tipo mais grave e com sintomas mais agressivos.

Endometriose de parede

Esse caso acontece quando a endometriose infiltra na parede abdominal.

Endometriose intestinal

Ocorre quando o tecido endometrial cresce na superfície ou dentro do intestino. Grande parte das mulheres com endometriose desse tipo também apresentam a doença ao redor da pelve, como, por exemplo, nos ovários e na bexiga.

Endometriose no ovário

Esse tipo pode afetar o ovário de forma superficial ou provocar cistos  endometrióticos.

Quais são os sintomas de endometriose?

Ao perceber sinais como os descritos a seguir, busque orientação médica para um diagnóstico preciso e tratamento adequado. Entre os sintomas mais comuns estão:

  • Dor menstrual intensa;
  • Dor durante as relações sexuais, principalmente na profundidade;
  • Dores ao urinar e evacuar, sobretudo durante a menstruação;
  • Dor pélvica;
  • Infertilidade.

Diagnóstico de endometriose

Para detectar a doença, recomenda-se a realização de exame ginecológico e exames de imagem, como: ressonância magnética de pelve, ultrassom transvaginal com preparo intestinal e exames laboratoriais.

O diagnóstico de certeza é feito somente por meio do estudo anatomopatológico (obtido com a cirurgia da remoção do foco suspeito).

Quem tem endometriose pode engravidar?

Pode engravidar sim, embora seja mais difícil de acontecer naturalmente, conforme a intensidade da doença. Isso porque a endometriose provoca uma inflamação da pelve, surgimento de aderências e eventual prejuízo nas trompas.

Tratamentos de endometriose

O tratamento pode ser clínico (através de medicamentos) – a depender da intensidade dos sintomas – ou cirúrgicos, com remoção dos focos suspeitos.

Segundo o Dr. Altamiro Ribeiro Dias Jr.: “A endometriose tem que ser vista como uma doença que pode acometer vários órgãos: bexiga, útero, ovários e intestino. Desta forma, é muito importante que a paciente seja orientada e abordada por uma equipe multidisciplinar, que poderá oferecer o tratamento mais adequado”.

O Instituto de Endometriose do Hospital Santa Paula conta com médicos das mais diversas especialidades, aptos e experientes na abordagem de pacientes endometrióticas.