Câncer colorretal: sintomas, diagnóstico e tratamentos

Câncer colorretal: tudo o que você precisa saber sobre o câncer de intestino

Saiba mais sobre o câncer colorretal, como se prevenir, seus sintomas e como funciona o tratamento a doença.

O que é câncer colorretal?

O câncer de cólon e reto, também conhecido como câncer colorretal, é uma doença que se localiza no intestino onde os tumores se inicia na parte do intestino grosso (cólon) e vão até o reto e ânus, parte final do intestino.

Sinais e sintomas do câncer de cólon e reto

O paciente com o câncer pode sentir alguns sintomas e ter alguns sinais que devem ser investigadas por um médico para obter uma certeza da situação do paciente.

Os sinais e sintomas que devem ser observados são:

  • Sangramento nas fezes;
  • Massa (tumoração) abdominal;
  • Dor abdominal;
  • Perda de peso;
  • Anemia;
  • Mudança de hábito intestinal.

Como o câncer de cólon e reto se desenvolve no corpo?

O câncer colorretal se desenvolve a partir de uma reprodução desordenada e descontrolada das células no tecido do intestino, produzindo excesso de tecidos no órgão gerando tumores, podendo ser benignos ou malignos.

Assim os tumores podem aparecer no cólon e reto, havendo chances de células cancerígenas se espalharem para outros órgãos através da corrente sanguínea.

Quais os fatores de risco do câncer colorretal?

Há alguns fatores de risco que podem levar a pessoa a desenvolver o câncer colorretal, são eles:

Constipação intestinal: 

O contato por períodos prolongados das fezes com as paredes do intestino aumentam a chance de desenvolver a doença.

Má alimentação:

Alimentos gordurosos, carnes processadas e vermelhas e pouca ingestão de fibras podem desenvolver a doença.

Idade igual ou superior a 50 anos:

Por volta dessa idade podem aparecer pólipos, que apesar de benignos devem ser retirados para evitar o desenvolvimento do câncer através dos pólipos.

Doenças inflamatórias do intestino:

Pacientes com a doença de Crohn e colite ulcerativa são mais sugestivos a obter a doença sendo que há inflamações nas paredes colorretais.

Exposição a radiação de raios X e gama:

A radiação pode afetar as células do corpo, podendo levar ao descontrole das células nos tecidos.

 

Prevenção do câncer de intestino

Há algumas indicações do que você pode seguir e se prevenir do câncer de cólon e reto, são eles:

  • Praticar exercícios físicos;
  • Seguir uma boa alimentação rica em fibras;
  • Não fumar;
  • Não consumir bebidas alcoólicas;
  • Ter um acompanhamento médico, fazendo checkups anualmente.

Quanto tempo leva para desenvolver o câncer de cólon e reto?

O câncer colorretal pode demorar a se desenvolver, sendo que na maioria dos casos há evolução de lesões benignas podem levar de 10 a 15 anos.

Assim, se há suspeita de lesões benignas é necessária o acompanhamento de sua evolução, podendo haver uma detecção precoce do câncer.

Tratamento para o câncer de cólon e reto

O câncer colorretal em sua maioria das vezes é curável, em que há 4 métodos para o tratamento, são eles: cirurgia, radioterapia, quimioterapia, imunoterapia.

O tratamento pode unir vários desses métodos ou apenas seguir um deles.

Principais cuidados no tratamento do câncer de cólon e reto

O principal método de tratamento é a cirurgia, onde deve haver um cuidado em saber se o câncer se encontra apenas no intestino ou se espalhou para outras regiões do corpo do paciente.

Outro cuidado no tratamento é acompanhar a situação do paciente, por exemplo se o corpo está tendo uma boa reação ao tratamento de radioterapia, quimioterapia ou imunoterapia.

Tipos de tratamento do câncer colorretal

Além da cirurgia pode ser necessária outros tratamentos podendo ser utilizados de forma conjunta ou sola, são eles:

  • Radioterapia: tratamento em que se utiliza a radiação para destruir o tumor ou impedir que suas células aumentem.
  • Quimioterapia: tratamento em que é utilizado medicamentos para destruir as células cancerígenas que formam o tumor.
  • Imunoterapia: tratamento em que há o estímulo e fortalecimento das células de defesa no organismo do paciente para combater as células cancerígenas.

Tipos de câncer de intestino

Existem alguns tipos de câncer colorretal, sendo uns mais comuns e outros considerados raros, são eles:

Adenocarcinomas: Esse tipo de câncer representa 96% dos cânceres colorretais conhecidos, onde se inicia nas células que produzem o muco que lubrifica o interior de cólon e do reto.

Tumor Carcinóide: Esse tipo de câncer corresponde a 0.3% dos casos, onde os tumores começam nas células dos intestinos que produzem hormônios específicos.

Tumor Estromal Gastrointestinal: Esse tipo de câncer corresponde a 1% dos casos, em que ele se origina no tecido conjuntivo.

Sarcoma: Esse tipo de câncer é raro, que se origina nos tecidos musculares e conjuntivos da parede do cólon e do reto.

Como é feito o diagnóstico do câncer de colorretal?

O diagnóstico é feito de forma simples, em que uma amostra do tecido da lesão suspeita é retirada em uma endoscopia e é levada para biópsia.

Consulta médica

Após agendar uma consulta médica, os especialistas que podem diagnosticar um câncer colorretal são:

  • Clínico geral;
  • Oncologista;
  • Gastroenterologista.   

Exames que podem detectar câncer no intestino

Detectar o câncer o quanto antes pode aumentar as chances de cura do paciente.

Os exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos de pessoas que já apresentam sinais e sintomas da doença podem detectá-lo, são eles: pesquisa de sangue oculto nas fezes e endoscopia (colonoscopia ou retossigmoidoscopias).

Convivendo com o câncer: saiba o que esperar

Ao lado de pessoas que nos fazem bem e também seguindo corretamente o tratamento pode tornar esse período turbulento mais fácil.