Tromboembolismo Venoso – TEV

Popularmente chamado de Trombose, é a formação de um coágulo de sangue dentro de um vaso sanguíneo. O coágulo em si é chamado de trombo. Quando o trombo se forma nas veias das pernas, temos a Trombose Venosa Profunda (TVP). Este trombo pode viajar na circulação e alojar-se nos pulmões, sendo então chamado de Tromboembolismo Pulmonar (TEP) ou embolia pulmonar.

A trombose é uma doença que não discrimina sexo, idade ou raça, podendo afetar qualquer pessoa. TEV ocupa o primeiro lugar entre as causas de morte evitável associada ao período de internação hospitalar. Assim, qualquer paciente hospitalizado está sob risco!

Quais são os principais fatores que aumentam o risco de trombose:

  • Pacientes com câncer, especialmente em tratamento com quimioterapia ou hormonioterapia
  • Cirurgias, especialmente as ortopédicas e oncológicas
  • Ficar muito tempo sentado/deitado
  • Internação em Terapia Intensiva
  • Infecções agudas
  • Idade acima de 40 anos
  • Descompensação de doenças de base, como insuficiência cardíaca ou doença pulmonar.
  • Obesidade

Assim, é importante que os pacientes internados recebam correta avaliação de risco e, quando indicada, correta profilaxia, como caminhar assim que liberado pelo médico, utilizar meias elásticas e receber medicação anticoagulante adequada.

Procure seu médico caso tenha algum dos sintomas abaixo:

  • Dor, Vermelhidão, Inchaço ou sensação de calor nos pés e pernas;
  • Falta de ar;
  • Cansaço;
  • Dor no peito;
  • Batimentos cardíacos acelerados.

Para identificar se um paciente está ’em risco’ de desenvolver um evento de trombose, o Hospital Santa Paula possui uma equipe para combater o TEV.