Terapia Ocupacional

DEFINIÇÃO

É uma profissão da área da saúde que promove a prevenção, o tratamento e a reabilitação. O terapeuta ocupacional trabalha com tecnologias orientadas para a emancipação e a autonomia de pessoas, que por razões ligadas a problemáticas específicas (físicas, sensoriais, psicológicas, mentais e/ou sociais) apresentam temporária ou definitivamente, limitações funcionais e/ou dificuldades na inserção e participação na vida social.

O terapeuta ocupacional busca, portanto, tornar a vida das pessoas mais participativa e acessível, facilita o desempenho e amplia as capacidades funcionais.

Esse profissional define ações de prevenção ou propõe e desenvolve programas de tratamento que possibilitam a melhora do estado de saúde e da qualidade de vida do paciente, capacitando-o a alcançar maior grau de independência funcional, para adquirir a autonomia e a independência necessárias à manutenção de uma vida ativa, eliminar, reduzir ou evitar processos de exclusão e custos com cuidadores.

COMO ATUA?

Com base em um caráter preventivo ou de reabilitação o mais precocemente possível, realiza, por exemplo, algumas dessas intervenções:

– Avaliação, prescrição e ou confecção de recursos assistivos como, por exemplo, órteses, Cadeiras de Rodas, adaptação de cadeira de rodas, adaptações para utensílios do dia-dia, comunicação alternativa etc;
– Estimulação, treino e/ou resgate de atividades de vida diária (AVD´s) utilizando alternativas ou adaptações para as mesmas;
– Estimulação/manutenção da capacidade funcional e desenvolvimento de capacidades remanescentes;
– Restauração da função de MMSS;
– Favorecer qualidade de vida ocupacional;
– Cuidados paliativos;
– Estimulação/reabilitação sensorial e perceptual;
– Estimulação/reabilitação cognitiva;
– Orientação a familiares/cuidadores;
– Preparação para o retorno a casa ou trabalho, ocasião em que poderão ser enfrentados problemas como falta de equipamentos adaptados, dificuldade de locomoção e encaminhamento aos programas de reabilitação.
***De acordo com as necessidades dos pacientes e da equipe ***

QUEM SE BENEFICIA?

Qualquer paciente que necessite das abordagens citadas acima como, por exemplo, os pacientes dos seguintes diagnósticos:

– Lesões Encefálicas (Traumatismo Crânio-Encefálico, Acidente Vascular Encefálico, Paralisia Cerebral);
– Doenças Neuromusculares;
– Doenças Degenerativas;
– Traumato-Ortopédicos (Amputação, Lesão medular, Lesões Tendíneas, Fraturas, Lesões de Nervos Periféricos);
– Queimados;
– Reumatológicos;
– Oncológicos.

O tratamento pode iniciar-se em qualquer momento do período de hospitalização e/ou quando seu quadro clínico já tiver alcançado estabilidade suficiente para a intervenção terapêutica ocupacional.

Para indicar um paciente, basta fazer a prescrição médica para o convênio e/ou entrar em contato com a Terapeuta Ocupacional:

Kamila Regolin
CREFITO 3/8220-TO
Telefone: (11) 9656-6499