Quimioterapia

O que é quimioterapia?

Quimioterapia é o tratamento que utiliza medicamentos com o objetivo de destruir, controlar ou inibir o crescimento das células doentes.

A quimioterapia pode ser indicada como tratamento isolado ou ainda ser combinada com a cirurgia e radioterapia, dependendo de fatores como tipo de tumor, localização, estágio da doença e condições clínicas do paciente.

Iniciando o tratamento

Para iniciar o tratamento uma consulta será marcada. Seu médico lhe orientará sobre como programar a quimioterapia.

A sua quimioterapia é preparada por farmacêuticos, em cabine de segurança biológica específica (conforme legislação vigente), e administrado por enfermeiros. A administração pode ser no IOSP ou na unidade de internação do Hospital Santa Paula. Quando a quimioterapia é feita ambulatorialmente, você poderá voltar para casa no mesmo dia.

Como é feito o tratamento?

A quimioterapia pode ser administrada por diversas vias. As mais comuns são:

– Intravenosa

A via mais utilizada. A aplicação do quimioterápico é feita na veia. Podendo ser em veia periférica ou central (port-a-cath), dependendo das características da sua quimioterapia.

– Oral

Método mais cômodo e prático. Onde o medicamento, em comprimido, cápsula ou solução é ingerido pela boca. Podendo ser administrado em domicílio.

– Intramuscular

O medicamento é administrado por injeção profunda no músculo das nádegas. O procedimento é rápido, durando apenas alguns segundos.

– Intratecal

Utilizada para prevenir e tratar algumas formas de leucemia e linfomas, bem como disseminação de outros tumores para meninges (carcinomatose meníngea).

Administrado por médico especialista (Liquorista). Aplicado entre as vértebras da coluna lombar.

– Subcutânea

O medicamento é aplicado por injeção, abaixo da pele, nas regiões dos braços, abdome ou coxa.

– Intravesical

O medicamento é aplicado através de um cateter diretamente no canal da urina até a bexiga.

Cateter

Em alguns pacientes, o acesso venoso periférico é muito difícil, sendo aconselhado o implante de um cateter em veia central.

Os catéteres centrais foram desenvolvidos para facilitar a administração de medicamentos, ao mesmo tempo em que protegem as veias do paciente.

O cateter é um tubo fino acoplado a um reservatório colocado dentro de uma veia, este dispositivo permite que o paciente receba a medicação prescrita. O cateter central proporciona maior conforto e segurança nas aplicações de quimioterapia.

É indicado para tratamentos longos ou no uso de medicamentos com alto risco de causar inflamações das veias.

IMPORTANTE:

Não se esqueça de que a manutenção do seu Cateter (port-a-cath) deve ser feita a cada 30 dias e no máximo 40 dias.

Quanto tempo demora uma aplicação de quimioterapia?

O tempo de aplicação depende do tratamento proposto pelo seu médico.

Tempo de duração do tratamento

O tratamento quimioterápico é planejado de acordo com o tipo de tumor e o estágio da doença. A partir destes dados são defini- dos os tipos de drogas e a quantidade de ciclos.

A duração total do tratamento também pode depender da resposta do tumor às drogas utilizadas.

As aplicações podem ser diárias, semanais ou mensais. Durante o período de tratamento é feito um acompanhamento através da avaliação clínica e de exames laboratoriais do paciente.

Como a quimioterapia atua nas células?

A quimioterapia atua nas células para controlar ou inibir o crecimento das células que estão doentes, podendo também afetar as células sadias.

Quais os efeitos colateriais da quimioterapia?

O tratamento do câncer produz efeitos diferentes, de acordo com o tipo de medicamento e tolerância do paciente. É bom lembrar que, a maioria dos efeitos colateriais são temporários e desaparecem gradativamente.