Ombro

O ombro é uma articulação das mais incríveis do corpo humano, permitindo movimentos quase completos de rotação e torção do braço. Por esse motivo, o ombro é uma das articulações mais suscetíveis a deslocamentos, desgastes articulares, bursites ou lesões ligamentares.

Em razão desta grande mobilidade, a articulação glenoumeral é uma das mais instáveis e frequentemente luxadas do corpo, correspondendo a cerca de 50% de todas as luxações. Assim, o ombro trocou sua estabilidade pelo ganho amplo na amplitude de movimento.

INSTABILIDADE GLENOUMERAL

A instabilidade do ombro é definida como o escorregamento da cabeça umeral para fora da cavidade glenoidal durante atividades, podendo variar desde subluxação até luxação, causando sintomas. A luxação é a perda total de congruência entre as superfícies articulares do úmero e da glenóide, normalmente não voltando ao lugar de forma espontânea. A subluxação é a perda de contato parcial entre as superfícies, frequentemente voltando ao lugar (reduzindo) de forma espontânea.

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM

As luxações podem ser avaliadas pela radiografia convencional, através dos achados de lesão de Hill-Sachs e Bankart ósseo. Na vigência de instabilidade anterior do ombro, é essencial que sejam obtidas, inicialmente, imagens radiográficas simples.  A importância desse exame se dá no diagnóstico de lesões associadas e programação cirúrgica.

TRATAMENTO

O tratamento da instabilidade do ombro depende do diagnóstico da lesão. As instabilidades traumáticas (que ocorrem sem nenhum tipo de traumatismo) podem ser tratadas inicialmente de forma não cirúrgica, com equilíbrio muscular e treino de propriocepção. Após 3 a 6 meses de tratamento, se a instabilidade não for corrigida, pode haver necessidade de tratamento cirúrgico.

A artrose do ombro é uma condição frequente entre pacientes de diversas faixas etárias, mas principalmente naqueles com mais de 60 anos de idade. Pode ser decorrente de uma doença primária, isso é a osteoartrose idiopática, ou secundária à doenças inflamatórias como a artrite reumatoide, entre outras.  O quadro clínico mais frequente é a dor associada à limitação funcional intensa do ombro.  Quando o paciente não obtém melhora com o tratamento não cirúrgico, a artroplastia com colocação de diversos modelos de prótese no ombro é indicada.

ARTROSCOPIA DO OMBRO

Com o desenvolvimento de novos instrumentos e técnicas cirúrgicas o procedimento artroscópico se estabeleceu na cirurgia ortopédica tornando as antigas e dolorosas incisões desnecessárias. A artroscopia é uma técnica cirúrgica que utiliza pequenas incisões que permitem que o cirurgião possa ver e trabalhar dentro do seu ombro. Pode ser utilizada para diagnosticar e tratar grande parte dos problemas do ombro. Devido a artroscopia ser um procedimento minimamente invasivo, a recuperação é menos dolorosa e mais rápida do que a cirurgia aberta convencional.

O grupo de Ombro e Cotovelo é composto por especialistas habilitados que possuem formação médica de alta qualidade, além de profundo compromisso ético no desempenho de suas funções.

O resultado desta iniciativa é a excelência no atendimento e no alto índice de satisfação.

SETOR OMBRO E COTOVELO
Dr. Fabio Anuate Nicolao CRM SP 48650
Dr. Nicola Archetti Netto CRM SP 80005
Dr. Marcel Jun Sugawara Tamaoki CRM SP 111565