Entendendo melhor a fimose!

A fimose é caracterizada pela dificuldade ou até impossibilidade de expor a glande (cabeça do pênis) do homem. Isto ocorre porque o prepúcio (pele que recobre a glande) tem um anel demasiadamente estreito ou simplesmente pelo excesso de pele no local. Esta condição geralmente incomoda bastante crianças, adolescentes e adultos. Sim, adultos também têm fimose! A glande se torna mais sensível e com dificuldade na higienização, aumentando as chances de infecções e inflamações. Além disso, sabe-se que outras complicações da fimose são: ejaculação precoce, HPV e o câncer de pênis.

Quais os tratamentos possíveis para a Fimose?
A cirurgia de Fimose, também conhecida como postectomia, é a forma mais adequada de tratar a fimose do adulto. É considerada como um tratamento definitivo, pois além de retirar o anel fibrótico, também é retirado o excesso de pele. A fimose pode causar sintomas em alguns pacientes, entre eles: dor ao urinar, ardência, acúmulo de secreções, inchaço, dor e desconforto durante as relações sexuais. Ao eliminar esta condição, o paciente terá uma melhor higiene local, além de possibilitar uma vida sexual mais satisfatória.

Vale lembrar que não são feitos cortes ou injeções na glande. Após o procedimento ocorre a redução do excesso da sensibilidade da glande, postergando o tempo para ejaculação na relação sexual. Muitas vezes esta redução do excesso da sensibilidade após a cirurgia já é o tratamento da ejaculação precoce.
Outra forma de tratar a fimose são com cremes tópicos, utilizados na fimose congênita, da criança.

Como funciona a Cirurgia de Fimose?
É considerada uma cirurgia simples e praticamente indolor. É utilizado creme anestésico antes da anestesia local para evitar desconfortos no paciente.

Dica importante:
Não é indicado fazer “exercícios ou massagens” para ajudar a “abrir” o anel da pele, pois isto pode causar microtraumatismos com dor, inflamação local e até sangramentos, e a cicatrização pode agravar o estreitamento da pele.

Os cuidados pós operatórios são tão importantes quanto a cirurgia e por isso fazemos o acompanhamento de cada paciente até sua completa recuperação.

Fonte: Dr. Mario Delgado, urologista do Santa Paula.
Link: https://drmariodelgado.com.br/a-cirurgia-de-fimose-e-uma-boa-opcao-para-mim/